Jardins verticais: Vantagens, Dicas e Inspirações

terça-feira, março 13, 2018

Mais do que o efeito lindo, os jardins verticais beneficiam o lar com muitas vantagens. Com a organização de diferentes espécies, esta forma de cultivo de plantas oferece uma ambientação natural, integração entre diferentes espaços e uma forma muito charmosa de decorar.

Você não sabe o que é um Jardim Vertical? O conjunto de plantas cultivadas de forma estendida em uma parede é chamada de jardim vertical ou parede verde. Algumas casas utilizam espécies trepadeiras e outras para que os muros possam ganhar um efeito mais natural ao longo de sua estrutura. A diferença da parede verde para a decoração com trepadeiras, é a forma mais ornamental e decorativa de escolher as espécies que estarão ao longo das paredes.


Nem sempre uma parede verde é instalada em todo o espaço da parede. Muitas vezes, as plantas são utilizadas em pequenas áreas, dentro de um espaço suficiente para marcar a decoração. O efeito de paredes verdes é excelente para praticamente qualquer espaço no lar, seja em salas de estar ou banheiros. O que vale é a sua preferência pessoal e a supervisão de bons profissionais.



Além de efeitos visualmente lindos na decoração do lar, a ambientação com parede verde traz inúmeras vantagens, como a menor propagação de ruídos no lar, isolamento térmico no ambiente, servem como filtros de ar e sua manutenção é fácil, já que em sua maior parte, a parede verde é constituída de pequenas plantas com raízes curtas, que não crescem muito ao longo do tempo e oferecem uma poda facilitada.



10 vantagens dos jardins verticais: 

  • Isolamento térmico – protege contra as altas temperatura no verão e ajuda a manter a temperatura interna no inverno. 
  • Redução de gastos energéticos – melhora a eficiência energética do edifício, devido à redução da temperatura no ambiente interno, diminuindo a necessidade de refrigeração. 
  • Redução de ruídos externos – a vegetação absorve e isola ruídos. 
  • Protege a fachada – cubrir uma superfície exterior com vegetação forma um escudo contra a chuva, o vento e os danos da radiação UV, aumentando assim a sua vida útil. 
  • Baixa manutenção, a rega pode ser automatizada. 
  • Diminui a poluição e melhora a qualidade do ar – A vegetação absorve as substâncias tóxicas e a libera oxigênio na atmosfera. 
  • Ajuda a combater o efeito de Ilhas de Calor nas grandes cidades 
  • Maior retenção da água das chuvas – A vegetação auxilia na drenagem da água da chuva, reduzindo assim a necessidade de escoamento de água e de sistemas de esgoto e ainda filtra a poluição dessas águas. 
  • Embeleza e valoriza os centros urbanos e a edificação. 
  • Contribuem para o aumento da biodiversidade, atraindo pássaros, borboletas entre outros. 

Versatilidade dos jardins verticais

As possibilidades de maneiras e específica de plantas para um jardim vertical são enormes. Desde árvores até as hortaliças.

O que determina qual tipo de espécie você pode escolher para seu jardim é se ele estará em um ambiente interno ou externo e o espaço para as plantas crescerem.

Por exemplo, as hortaliças não criam muita raízes, por isso, são uma boa pedida para ambientes internos com pouco espaço. 


Existem também peças avulsas, as chamadas “jardineiras verticais”, que são basicamente painéis soltos, que podem ficar apoiados no chão ou presos na parede, e que contêm prateleiras ou vasos formando um jardim.

Qualquer um pode ter o seu próprio jardim vertical na escala que desejar, pode ser pequenos painéis decorativos, calhas de PVC suspensas com plantação de ervas, muros ajardinados ou ainda painéis internos. São comuns em projetos paisagísticos residenciais com jardins pequenos e jardins de inverno.









Como Fazer um Jardim Vertical
Parece simples e fácil fazer o seu próprio jardim vertical, tem um punhado de tutoriais no Youtube ensinando como fazer um jardim vertical, mas os jardins verticais demandam alguns cuidados importantes para que as plantas se mantenham saudáveis, com cores vivas e não apodreçam ou sequem no suporte.

Jardins verticais mal feitos ao invés de trazer benefícios pode causar mau odor devido ao apodrecimento das plantas.

Para jardins verticais extensos de fachadas e muros altos, onde as pessoas não têm acesso com facilidade é preciso contratar uma empresa especializada de paisagismo vertical para fazer o projeto, pois essas empresas utilizam materiais apropriados, inclusive substratos que são mais leves e não vão sobrecarregar a estrutura das fachadas, paredes e muros.

Além de prever sistemas de irrigação automáticos com adubagem líquida, sistemas de escoamento da água eficientes e ainda escolher espécies adequadas para o jardim vertical.

Você pode encontrar essas empresas na ABAP – Associação de Arquitetos Paisagistas.

Vasos para Jardins Verticais

Agora se o seu objetivo é apenas fazer um jardim vertical simples você pode optar por vasos dispostos verticalmente (vasos de barro absorvem melhor a água), ou ainda estruturas prontas para jardins verticais feitas de concreto, de plástico, estruturas cerâmicas, placas de fibra de coco e até vasos feitos com canos de PVC.





Para fixar vasos utilize painéis de madeira, treliças de bambo ou metálicas e cordas para os jardins suspensos.

Lembrando que a estrutura tem que ser firme e bem fixada, com furos para que a água escorra e com um sistema de dreno para essa água excedente caso o jardim seja interno.







Jardins Verticais – Vídeo

Agora fique com o vídeo sobre jardins verticais da arquiteta paisagista Daniela Sedo em uma matéria para o site Imovelweb. Confira!






Nenhum comentário:




Tecnologia do Blogger.